10 outubro 2013

O SENTIDO DA VIDA


Nisto consiste a tragédia, na fuga: 
tudo escapa ao homem, tudo se escorre por entre as suas mãos. A sua maior desdita consiste em não poder reter aquilo que neste momento tem. O homem quer reter aquilo que já possui. Alcançou a glória? Quer retê-la. Tem beleza? Quer retê-la. Possui a vida? Quer retê-la. Acontece, porem, que o homem está sujeito a estas três leis temíveis: a lei do desgaste, a lei do esquecimento, e a lei da morte. Para esses oceanos se lhe escapam a glória a beleza, a saúde, e a vida. Tudo se desfaz, tudo se desgasta, tudo se desvanece; em suma, tudo desaparece, e ele nada consegue reter. Nisso consiste a sua desdita. A luta do homem para reter é uma luta estéril; equivale à intenção de querer agarrar com as duas mãos o fumo, a sombra, o vento... Tudo se lhe escapa numa fuga incessante, como as aves emigrantes, como os ventos que passam a nossa terra, como os navios que sulcam os mares, como as nuvens arrastadas com o vento, como o fumo que dissipa, como a sombra que foge...

Um carinhoso abraço a todos
Irmãos em Cristo Jesus*


Josélia Micael