Amigos e seguidores*

20 maio, 2019

ORAÇÃO DA ESPERANÇA

Imagem relacionada
Imagem Google, Portugal

Senhor,
mais uma vez estou diante do Teu Mistério.
A Tua Presença envolve-me continuamente,
apesar de, tantas vezes me parecer ausência.
Procuro a Tua presença
na ausência da Tua presença.

Olhando de relance o imenso mundo da 
terra dos homens, tenho a impressão
que muitos já não esperam em Ti.
Eu próprio faço planos,
estabeleço os meus objetivos,
coloco as pedras de uma construção,
da qual o arquiteto pareço ser eu só.

Hoje em dia somos, muitas vezes, pessoas
 aprisionadas na esperança de nós próprios.
Dá-me, Senhor, a convicção profunda
de que estarei a destruir o meu futuro,
sempre que a minha esperança
não se apoie em Ti.

Faz-me compreender profundamente que,
apesar do caos que me rodeia,
apesar da escuridão que atravesso,
apesar do cansaço dos meus dias,
o meu futuro está nas Tuas mãos
e que a terra que me mostras,
no horizonte de cada manhã
será mais bela e melhor.

Deposito no Teu mistério
os meus passos e os meus dias,
porque sei que o Teu Filho e meu Irmão
venceu o desespero
e garantiu-nos uma existência nova,
porque passou da morte à Vida. 
Ámen.

Meu Abraço Fraterno Irmãos em Cristo. 
Uma Santa semana para todos.


12 maio, 2019

PARTILHA DO EVANGELHO DE HOJE (Jo 10,27-30)


Imagem relacionada

Evangelho (Jo 10,27-30): 

«As minhas ovelhas escutam a minha voz, eu as conheço e elas me seguem. Eu lhes dou a vida eterna. Por isso, elas nunca se perderão e ninguém vai arrancá-las da minha mão. Meu Pai, que me deu estas ovelhas, é maior do que todos, e ninguém pode arrancá-las da mão do Pai. Eu e o Pai somos um».
«As minhas ovelhas escutam a minha voz, eu as conheço»
P. Josep LAPLANA OSB Monje de Montserrat
(Montserrat, Barcelona, Espanha)

Hoje, a atenção de Jesus sobre os homens é a atenção do bom pastor, que toma sob sua responsabilidade as ovelhas que lhe são confiadas e se ocupa de cada uma delas. Entre Ele e elas existe um vínculo, um instinto de conhecimento e de fidelidade: «As minhas ovelhas escutam a minha voz, eu as conheço e elas me seguem» (Jo 10,27). A voz do Bom Pastor é sempre um chamado a segui-lo, a entrar no círculo magnético de influência.

Cristo nos ganhou não somente com seu exemplo e com sua doutrina, e sim com o preço do seu Sangue. Nós tivemos um preço muito alto, e por isso Ele não quer que nenhum dos seus se perca. E, como toda evidência se impõe: uns seguem o chamado do Bom Pastor e outros não. O anuncio do Evangelho a uns lhes produz raiva e a outros, alegria. O que será que têm uns, e que não têm outros? Santo Agostinho, ante o mistério abismal da escolha divina, respondia: «Deus não te deixa, se tu não o deixas»; não te abandonará, se tu não o abandonas. Não ponha, portanto a culpa em Deus, nem na Igreja, nem nos outros, porque o problema de tua fidelidade é teu. Deus não nega suas graças a ninguém, e esta é a nossa força: agarremo-nos bem forte á graça de Deus. Não é nenhum mérito nosso; simplesmente, fomos “agraciados”.

💥MEU ABRAÇO FRATERNO💙 E UM SANTO FINAL DE SEMANA💥
IRMÃOS EM CRISTO .
💕🙏💕

A caridade é a força misteriosa
que prepara o dia do Senhor.
💧💦💖🌹💙

💙💦🌹💦💦🌹💙💥💦
A caridade é essência da Santidade
O Mundo tem necessidade de Cristo, e é
a Igreja que deve levar Cristo ao mundo.


💦🌹

05 maio, 2019

DOMINGO III (C) DA PÁSCOA

Imagem relacionada

Evangelho (Jo 21,1-19): 
Depois disso, Jesus apareceu de novo aos discípulos, à beira do mar de Tiberíades. A aparição foi assim: Estavam juntos Simão Pedro, Tomé, chamado Gêmeo, Natanael, de Caná da Galiléia, os filhos de Zebedeu e outros dois discípulos dele. Simão Pedro disse a eles: «Eu vou pescar».Eles disseram: «Nós vamos contigo». Saíram, entraram no barco, mas não pescaram nada naquela noite.

Já de manhã, Jesus estava aí na praia, mas os discípulos não sabiam que era Jesus. Ele perguntou: «Filhinhos, tendes alguma coisa para comer?». Responderam: «Não». Ele lhes disse: «Lançai a rede à direita do barco e achareis». Eles lançaram a rede e não conseguiam puxá-la para fora, por causa da quantidade de peixes. Então, o discípulo que Jesus mais amava disse a Pedro: «É o Senhor!». Simão Pedro, ouvindo dizer que era o Senhor, vestiu e arregaçou a túnica ( pois estava nu ) e lançou-se ao mar. Os outros discípulos vieram com o barco, arrastando as redes com os peixes. Na realidade, não estavam longe da terra, mas somente uns cem metros.

Quando chegaram à terra, viram umas brasas preparadas, com peixe em cima e pão. Jesus disse-lhes: «Trazei alguns dos peixes que apanhastes». Então, Simão Pedro subiu e arrastou a rede para terra. Estava cheia de cento e cinqüenta e três grandes peixes; e apesar de tantos peixes, a rede não se rasgou. Jesus disse-lhes: «Vinde comer». Nenhum dos discípulos se atrevia a perguntar quem era ele, pois sabiam que era o Senhor. Jesus aproximou-se, tomou o pão e deu a eles. E fez a mesma coisa com o peixe. Esta foi a terceira vez que Jesus, ressuscitado dos mortos, apareceu aos discípulos.

Depois de comerem, Jesus perguntou a Simão Pedro: «Simão, filho de João, tu me amas mais do que estes?». Pedro respondeu: «Sim, Senhor, tu sabes que te amo». Jesus lhe disse: «Cuida dos meus cordeiros». E disse-lhe, pela segunda vez: «Simão, filho de João, tu me amas?». Pedro respondeu: «Sim, Senhor, tu sabes que te amo». Jesus lhe disse: «Sê pastor das minhas ovelhas». Pela terceira vez, perguntou a Pedro: «Simão, filho de João, tu me amas?». Pedro ficou triste, porque lhe perguntou pela terceira vez se era seu amigo. E respondeu: «Senhor, tu sabes tudo; tu sabes que te amo». Jesus disse-lhe: «Cuida das minhas ovelhas. Em verdade, em verdade, te digo: quando eras jovem, tu mesmo amarravas teu cinto e andavas por onde querias; quando, porém, fores velho, estenderás as mãos, e outro te porá o cinto e te levará para onde não queres ir». (Disse isso para dar a entender com que morte Pedro iria glorificar a Deus). E acrescentou: «Segue-me».
«Jesus disse-lhes: ‘Vinde comer?
Rev. D. Jaume GONZÁLEZ i Padrós 
(Barcelona, Espanha)

Hoje, terceiro Domingo da Páscoa, contemplamos ainda as aparições do Ressuscitado, este ano, segundo o evangelista João, no impressionante versículo vinte e um, todo ele impregnado de referências sacramentais, muito vivas para a comunidade cristã da primeira geração, a mesma que recolheu o testemunho evangélico dos próprios Apóstolos.

Eles, depois dos acontecimentos da Páscoa, parece que retornam às suas ocupações habituais, como se tivessem esquecido que o Mestre os tinha convertido em “pescadores de homens”. Um erro que o evangelista reconhece, constatando que —apesar de se terem esforçado— «não pescaram nada» (Jo 21,3). Era a noite dos discípulos. Apesar disso, ao amanhecer, a presença conhecida do Senhor dá a volta a toda a cena. Simão Pedro, que antes tinha tomado a iniciativa na pesca infrutuosa, agora recolhe a rede cheia: cento e cinquenta e três peixes foi o resultado, número que representa a soma dos valores numéricos de Simão (76) e de ikhthys (=peixe, 77). Significativo!

Assim, quando sob o olhar do Senhor glorificado e com a sua autoridade, os Apóstolos, com a primazia de Pedro —manifestada na tripla profissão de amor ao Senhor— exercem a sua missão evangelizadora, produz-se o milagre: “pescam homens”. Os peixes, uma vez pescados, morrem quando são sacados do seu meio. Assim também os seres humanos, morrem sem que ninguém os resgate da obscuridade e da asfixia, de uma existência afastada de Deus e envolvida no absurdo, lavando-os à luz, ao ar e ao calor da vida. Da vida de Cristo, que ele mesmo alimenta desde a praia da sua gloria, figura esplêndida da vida sacramental da Igreja e, primordialmente, da Eucaristia. Nela o Senhor dá pessoalmente o pão e, com ele, dá-se a si próprio, como indica a presença do peixe, que para a primeira comunidade cristã era um símbolo de Cristo e, portanto, do cristão. 


Meu Abraço Fraterno Irmãos em Cristo.
Abençoado Domingo para todos!🙏😘




02 maio, 2019

SALMO DE HOJE - SALMO 43


Salmo de Hoje – Salmo 43
Faze-me justiça, ó Deus, e pleiteia a minha causa contra a nação ímpia. Livra-me do homem fraudulento e injusto.
Pois tu és o Deus da minha fortaleza; por que me rejeitas? Por que ando lamentando por causa da opressão do inimigo?
Envia a tua luz e a tua verdade, para que me guiem e me levem ao teu santo monte, e aos teus tabernáculos.
Então irei ao altar de Deus, a Deus, que é a minha grande alegria, e com harpa te louvarei, ó Deus, Deus meu.
Por que estás abatida, ó minha alma? E por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, o qual é a salvação da minha face e Deus meu.🙏

MEU ABRAÇO FRATERNO, IRMÃOS EM CRISTO.

🏶🏵🌹🙏🌹🏵🏶


Salmo - Hoje não fecheis o vosso coração, mas ouví a voz do Senhor! - T...

25 abril, 2019

ORAÇÃO DO ABANDONO

Resultado de imagem para imagens de jesus ressuscitado


🌹🌹🌹

Meu Pai,
eu me abandono a Ti.
Faz de mim o que quiseres.
Por tudo o que fizeres de mim,
eu Te agradeço.

Estou disposto a tudo, aceito tudo,
contanto que a Tua vontade seja feita
 em mim e em todas as Tuas criaturas.
Nada mais desejo, meu Deus.

Ponho a minha alma nas Tuas mãos,
entrego-a a Ti, meu Deus,
com todo o ardor do meu coração
porque Te amo,
e é para mim, uma necessidade de amor
dar-me, entregar-me nas Tuas mãos,
sem medida, com infinita confiança,
porque Tu és o meu Pai. Ámen.🙏

Meu Abraço Fraterno
Irmãos em Cristo Ressuscitado.
PAZ E BEM