08 novembro 2012

SINTO QUE SOU DE BARRO


O meu coração é pobre.
Sinto que sou barro; sou como a argila abandonada.
que espera as mãos do artista.
Põe as Tuas mãos, Senhor.
Teu coração, na minha miséria, e enche a minha vida com a Tua misericórdia.
Protege a minha vida. Confio em ti.Gostava de dizer-Te o que és para mim:
Tu és o meu Deus. Tu és o meu Pai. Tu queres-me.
Eu chamo-Te todos os dias. Dá a alegria a quem quer ser Teu amigo.
Protege a minha vida. Confio em Ti.
Eu sei que Tu és bom e me perdoas.
Sei que és misericordioso com quem abre o coração ao Teu amor e lealdade.
Escuta-me. Atende-me. Chamo-Te. 
Venho estar conTigo e quero ficar junto de Ti.
Tu és grande. Tu fazes maravilhas.Tu o único Deus.
Ensina-me. Senhor, o Teu caminho e que Te siga com os meus passos.
Protege a minha vida. Confio em Ti.
Senhor, alegro-me, porque és um Deus compassivo.
Alegro-me porque és paciente. 
Alegro-me porque és misericordioso e fiel.
Senhor, olha para mim. Tem. Tem compaixão de mim. Dá-me força.
Protege a minha vida. Confio em Ti.
Tu Senhor, sempre estás pronto a ajudar-me e a animar meu coração quando desanima.
Tu, Senhor, toma meu coração de barro e trabalha-o segundo a grandeza da Tua misericórdia.
Protege a minha vida. Confio em Ti.


(Autor desconhecido)



Josélia Micael