06 outubro 2011

TRISTEZA


Assim como um passarinho
É que eu gostava de ser
Sem ninguém para lhe impor
O que deve ou não fazer.

Se te invadir a tristeza
Tu não te deixes vencer
Temos que lutar com ela
P'rá nossa vida viver.

Quando ela nos bate à porta
O melhor é não escutá-la
É dificil pô-la fora
Quando ela se instá-la.

É pior que uma doença
Que vai corroendo agente
Fás com que a nossa alegria
Fique de nós sempre ausente.

Eu digo-te estas palavras
Porque ela em mim se instalou
Tudo faço para escapar dela
Mas nunca mais me deixou.

19-01-99     Josélia Micael