04 maio 2016

PERDOA-ME SENHOR

Se, extenuado, caio no meio do caminho,
perdoa-me, Senhor.
Se o meu coração vacila perante a dor,
perdoa-me Senhor.

Perdoa a minha cobardia.
Perdoa as minha hesitações.

A magnífica grinalda
que ofereci a Deus esta manhã,
já está está a murchar,
a sua beleza desvanece-se.
Perdoa-me, Senhor.*

Ignácio Larrañaga

Meu Abraço Fraterno, a todos
Irmãos em Cristo Jesus.*



2 comentários:

Roselia Bezerra disse...

Bom dia, querida Josélia!
Somos covardes sim e Deus nos perdoa por não sabermos receber tanto Amor...
Bjm muito fraterno

Élys disse...

Deus está sempre disposto a nos perdoar, É misericordiooso.