29 março 2016

Santos: Jonas, Guilherme, Vitorino, Eustásio

Analisa bem as coisas, porque é muito fácil confundi-las e tirar conclusões erróneas. O bem e o mal são irreconciliáveis, apesar disso, são confundidos com frequência. É mal fazer o mal; é pior falar mal daquele que faz o mal. É mal falar mal dos outros; é pior inventar os males que os outros cometem. É mal fazer o bem e ocultá-lo por receio; é bom fazer o bem, sem o publicar, sempre que possa parecer ostentação, porque é bom fazer o bem, mas é mal fazê-lo por publicidade. Portanto, não fales mal de nada e menos ainda de ninguém; fala bem de tudo e de todos, mesmo quando tenhas de os avaliar. Faz sempre o bem e afasta-te do mal e é muito mau não fazer o bem.*

Dominar a língua é tarefa difícil, por isso, diz o apóstolo
S. Tiago que aquele que consegue dominá-la é verdadeiramente
religioso ( Tg. 1,26). "Aquele que profere palavras iníquas não
se pode ocultar e a justiça que o persegue não passará no largo 
dele. (...) Abstende-vos, pois, de murmurações inúteis, evitai que
a vossa língua se entregue ao descontentamento" ( Sab. 1,8-11).

Reflexão de hoje.

Abraços Fraternais a todos.
Irmãos em Cristo.*


2 comentários:

Alfa & Ômega disse...

Boa matéria essa, Josélia e Tiago é pura exortação quando fala da língua! Abração!

Roselia Bezerra disse...

Boa Tarde, querida Josélia!
Nunca me esqueço de Tiago desde que fui evangelizada...
Bjm muito fraterno e pascal