14 abril 2015

OS CINCO MINUTOS DE DEUS

Ninguém é totalmente perfeito. Todos temos os nossos limites, que não serão fruto de uma má vontade, mas fruto da fraqueza humana, débil e imperfeita. Até o sábio mais sábio reconhece que há coisas que ignora. Mais ainda: quanto mais sábio é, mais reconhece e lamenta o mundo ilimitado que os seus conhecimentos não abarcam, até mesmo na sua própria especialidade. Também o santo mais santo reconhece os seus defeitos e imperfeições. Mais: quanto mais santo é, mais humilhado se sente, pois vê, e lamenta, que lhe falta ainda muito para alcançar a perfeição. Não receies, portanto, reconhecer em ti limitações, imperfeições e defeitos. Reconhece-os e sente-os profundamente. Se pensasses que não tinhas defeitos, seria esse um argumento imbatível para provar que estás muito longe da sabedoria e da santidade. Mas se os reconheces, estás a demonstrar, sem palavras mas com factos, que tens ambas as coisas: a ciência verdadeira e a santidade.

Santos Jacob, Lamberto, Ludovina

O esforço pela própria perfeição é uma confissão tácita das próprias deficiências. "Algum mortal é justo perante Deus? É puro um homem perante o seu Criador?" (Job 4,18). "Como poderia o homem justificar-se diante de Deus? Se quisesse disputar com Ele, não Lhe responderia uma vez entre mil" (Job 9, 2-3).

Deixo a todos o meu carinhoso abraço, Irmãos em Cristo!
Com votos de uma feliz e Abençoada semana.*

Josélia Micael

1 comentário:

  1. Olá, querida Josélia
    O autoconhecimento é muito importante no crescimento espiritual...
    Bjm fraterno e carinhoso

    ResponderEliminar

Obrigado a todos pela vossa visita!
Deixe o seu comentário...!
Sempre será bem-vindo.
Paz e Amor em Cristo Jesus.