20 setembro 2014

O FUNDAMENTO DO DIÁLOGO

Estou em frente de outra pessoa.
Colocamos no meio de ambos um 
relógio despertador.
Os dois vemos o mesmo relógio.
No entanto, o relógio (ou a parte
do relógio) que o outro vê é diferente,
e até contrária à que eu vejo,
apesar de se tratar do mesmo relógio.
Cada pessoa contempla as coisas
e os acontecimentos a partir
do seu ponto de vista.
Por isso, a percepção pessoal
é necessariamente parcial, 
e ficamos enriquecidos com a percepção, 
também limitada, dos demais.
Captamos a verdade
necessariamente incompleta.
Eu preciso da tua visão, e tu
precisas da minha visão.
Precisamos uns dos outros mutuamente.
É esse o fundamento do diálogo!

(Reflexão de Hoje.)

Desejo a todos um abençoado fim de semana.
em Cristo Nosso Salvador... Paz e Bem*

De Colores
Josélia Micael

1 comentário:

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Joselia
Podemos chegar sempre ao denominador comum com um pouco de maleabilidade...
Bjm fraterno e florido daqui