04 dezembro 2013

VIVÊNCIA DESTE TEMPO

Orígenes, um cristão dos primeiros séculos, dizia: " Que me adianta Cristo ter nascido em Belém, se Ele não nascer no meu coração?"
Neste ano jubilar com mais razão, temos de preparar ainda melhor em nossa vida "um caminho para o Senhor".
Esse caminho passa pela conversão, pela mudança na maneira de viver em relação a Deus, aos outros e a nós próprios.
Cristo amou até dar a vida, e disse-nos: "O que vos mando é que vos ameis uns aos outros como eu vos amei. " (Jo. 25, 12). Quem odeia não pode ter Natal verdadeiro.
Este tempo é forte de reconciliação e de perdão.
Quem ama como Cristo, quem perdoa, quem ajuda sente Cristo renascer em si, como uma fonte inesgotável de alegria, de paz e de satisfação tão profundas, que as palavras humanas não são capazes de explicar.

Com  Cristo
Boletim Paroquial de Sines e Porto Covo
A minha Paróquia*

Esperemos unidos a vinda
de Cristo irmãos*
Paz e Bem

Meu Fraterno Abraço*

DE COLORES

Joséla  Micael

Sem comentários: