27 setembro 2013

GRÃO DE TRIGO

É admirável a história de um grão de trigo.
Cai na terra, submergindo-se nela. Morre. Nasce e ergue-se no ar, que é o seu campo de combate.
Em seguida depara com inimigos, começando pelas neves e orvalhos. Para não perecer, o jovem trigo agarra-se obstinadamente à vida, e sobrevive. Chegam temperaturas baixíssimas,  capazes de queimar toda a vida: e o pobre trigo, ainda tão tenro, de novo se agarra à vida com uma obstinada perseverança. Vai passando o Inverno, o trigo vai vencendo um a um todos os obstáculos. Chega a Primavera, o trigo levanta a cabeça e começa a escalar velozmente a encosta da vida. Chega o Verão e - que prodígio! - aquele humilde grão transformou-se num esbelto e elegante talo, coroado por uma espiga dourada, com grãos de ouro. Se nós tivéssemos a paciência do grão de trigo!...

(Ignacio Larrañaga)
Paz Bem e muito Amor Irmãos em Cristo*

Josélia Micael