23 setembro 2011

SOLIDÃO



Ó solidão solidão
Que me matas lentamente
Porque é que o meu coração
Nunca acorda sorridente!

Eu sempre me sinto triste
Minha vida é tão vazia
Já perdi a esperança
De ser feliz algum dia!

Ó meu Deus eu te imploro
Que me dês tua bênção
Para por fim nesta tristeza
Que invade meu coração!

Ó Senhor!Tu sabes bem
Qual é a minha razão
Peço-te! Não me abandones
Nesta minha solidão!

Meu Bom Jesus só conto Convosco!
Não me abandones Senhor,
Eu Vos Louvo, eu Vos dou o meu amor!
Amen! Amen!

Josélia Micael